Sempre Gabriela

Posted on novembro 17, 2011

0



Por Thiago Tiara

Quem foi a menina que tirou o sono de Tom com seu cheirinho de cravo e cor de canela e que era sempre igual e não desejava o mal para Dorival?

Essa foi Gabriela, que nasceu assim, cresceu assim e será sempre assim,  sempre Gabriela. A musa das composições “Tema de amor de Gabriela” e “Gabriela” do Tom e da “Modinha para Gabriela” de Caymmi. Foi uma retirante saída da seca que se apaixonou por Nacib, um árabe dono de bar em Ilhéus.

Ela foi, na verdade, um romance regionalista escrito por Jorge Amado que rendeu ao autor diversos prêmios, aceitação pelo público, e notoriedade tanto nacional quanto internacional, tendo sido publicado em 15 línguas.

 “Gabriela, Cravo e Canela” tem como pano de fundo a ascensão da produção de cacau em Ilhéus e as mudanças sociais que vieram com declínio de uma sociedade patriarcal na qual o coronelismo imperava. Gabriela é a personificação das mudanças políticas e sociais dessa sociedade. Tom e Caymmi compuseram as obras para exaltar a obra do amigo Jorge Amado.

Sonia Braga no papel de Gabriela

A canção “Modinha para Gabriela” acabou sendo música tema da telenovela Gabriela e teve a felicidade de reunir três representates da cultura baiana: Jorge Amado, Caymmi e a intérprete Gal Costa. O romance teve diversas adaptações, tais como a telenovela “Gabriela, Cravo e Canela”, produzida pela TV TUPI, a telenovela “Gabriela” da Rede Globo e o filme “Gabriela, cravo e canela” dirigido por Bruno Barreto, com Sônia Braga no papel principal. Em breve a morena cor de canela voltará a TV, está programado para o meio de 2012 uma nova série sobre ela no horário nobre da Globo.

Prove o cheirinho de Gabriela!

Ouça a modinha que Caymmi fez pra ela!

Anúncios