Ceci, a Dama do Cabaré

Posted on novembro 7, 2011

0



por Flavia Caled e João Pedro Nascimento

Foi no dia 23 de junho de 1934, em uma festa no bairro carioca da Lapa, que Noel Rosa se encontrou pela primeira vez com Juraci Correia de Moraes, mais conhecida como Ceci, a dama do cabaré. Uma jovem de 16 anos que veio da cidade serrana de Nova Friburgo para o Rio de Janeiro, conseguindo seu primeiro emprego como dançarina no Cabaré “Apolo”. Na data em que conheceu Noel, Juraci estava recebendo uma homenagem no cabaré, e Noel se apaixonou pela moça.

O envolvimento de Noel e Ceci durou três anos e a moça passou a ser uma das mulheres mais conhecidas e desejadas da Lapa. O romance era bem conturbado e sempre havia brigas e confusões entre os dois, mas foi marcante na vida do compositor que criou diversos sambas no tempo em que ficou com a jovem, como “Dama do cabaré”, “O maior castigo que eu te dou”, “Quem ri melhor”, “Só pode ser você”, “Pra que mentir”, “Silêncio de um minuto” e “Último Desejo” (que anunciava o fim do romance).

“Dama do Cabaré” foi composto em 1934 e só foi gravado em 1936 por Orlando Silva, e a canção fez parte da trilha sonora do filme Cidade Mulher, que foi produzido por Carmem Santos e dirigido por Humberto Mauro. Noel usava o seu talento musical para dar voz poética aos acontecimentos de sua vida. O samba dava a forma e a cadência necessária para exprimir seus sentimentos.

Anúncios